GAMES | Rumor: Arkham Insurgency seria novo jogo do Batman

0

Atenção: a notícia abaixo é um rumor e só deve ser tratada como realidade diante de confirmação oficial. E em caso de ser verdadeiro, é possível possuir vários Spoilers. Leia por sua conta e risco.

Um suposto empregado da WB Montreal liberou várias informações no Reddit sobre um jogo vindouro do Batman. O título se chamaria Arkham Insurgency, e se passaria três anos depois de Arkham Origins, o jogaço de PS3 que fecha a trilogia Arkham no console. Já que nada foi confirmado, essa história precisa ser tomada como mero rumor. Há também, na hipótese de ser verdade (ou mesmo se houver alguma mentira), alguns Spoilers presentes. Além disso, de acordo com a mesma fonte, o jogo será anunciado em 8 de março. Até lá, portanto, teremos confirmação definitiva sobre o assunto.

Eis o post:

“Resumo da longa história: um empregado da WB Montreal. Bem… na verdade, em-breve-ex-empregado-da-WB. Eu era parte da equipe que trabalhou no jogo Esquadrão Suicida antes de o projeto ser derrubado, então eu e vários outros fomos para outra equipe de desenvolvimento para trabalhar em um novo jogo da série Arkham. Já que eu provavelmente não ficarei na WB por muito tempo, e já que vocês terão as notícias por completo em 8 de março, eu achei que pudesse liberar essa informação antes da hora. Dessa forma, vocês teriam algo para esperar.

1) O jogo se chama Batman: Arkham Insurgency e se passa após cerca de três anos após os eventos de Arkham Origins (PS3). O jogo é produzido com a mesma Engine de Arkham Knight e tem estado em desenvolvimento desde 2014.

2) O jogo terá Batman e o Robin de Dick Grayson como personagens jogáveis principais. Nesse ponto da história, Grayson ocupa o posto de Robin por cerca de dois anos.

3) O jogo se passa numa área previamente inexplorada e costeira de Gotham que tem aproximadamente o mesmo tamanho das três ilhas de Arkham Knight do lado de fora, embora os interiores tenham sido bastante expandidos. Assim, você poderá entrar na maior parte dos prédios dessa vez. A Batcaverna e a Mansão Wayne também estarão acessíveis via Viagem Rápida.

4) O roteiro é que houve uma fuga em massa de Blackgate e do Asilo Arkham, e muitos terroristas atacam por toda a cidade, o que resulta no DPGC (Departamento de Polícia de Gotham City) bloqueando um segmento inteiro de Gotham do qual não se tem mais controle. Essa é a principal área jogável: enquanto tem em sua maioria vilões e criminosos, há um grupo gigante de civis em perigo que Batman e Robin precisarão resgatar.

5) O Batmóvel está no jogo, mas foi mudado. Não há mais modo de batalha, mas os controles foram modificados para compensar. O combate no geral consiste em sequências de perseguição e no uso da velocidade superior e da facilidade de controle do Batmóvel para se mover por oponentes mais lentos, explodindo tudo e todos com o armamento do veículo. Os mísseis, o Guincho Elétrico e o dispositivo de pulso eletromagnético continuam presentes, junto com mais algumas novidades.

6) O modo de jogo em dupla (Dual Play) também está presente, mas mudou. O Dual Takedown foi removido, mas há um monte de novos movimentos especiais e combos em seu lugar. Existe um mapa de habilidades inteiramente novo, dedicado à mecânica do jogo.

7) O combate foi expandido para acomodar melhor as lutas um contra um. Ainda é baseado em ritmo, já que você vai precisar usar o Timing para apertar os botões certos, mas é mais complicado do que a ideia de Ataque/Counter dos jogos anteriores.

8) O Coruja e a Corte das Corujas serão os vilões do jogo – embora o Coruja seja o foco principal, especialmente quando ele mata todos os membros da Corte perto do fim do jogo e começa a tomar os aliados do Batman como alvos. É revelado que a Corte vê Batman e seu heroísmo como uma ameaça a seu controle, então eles organizam uma revolta criminosa para derrotá-lo. Os Garras também estão presentes como inimigos de elite; você nunca luta contra mais do que três ao mesmo tempo jogando com um só personagem, ou uns quatro ou cinco quando usa ambos os personagens.

9) Outros vilões no jogo são Maxie Zeus, Mestre dos Bonecos, Mariposa Assassina, Anarquia, Duas-Caras, Arrasa-Quarteirão, Ventríloquo, o canibal Cornelius Stirk, Tweedledum e Tweedledee, Dusan al Ghul, o Monge Louco, Dala, Charada e sim, o Coringa. O Coringa, de alguma forma, aparece relevantemente na história (é revelado que ele ajudou a orquestrar a fuga do Asilo Arkham), mas ele não é o vilão principal. Ele funciona muito mais como um coadjuvante importante que trabalha para si próprio, mas às vezes ajudará Batman e Robin se isso beneficiá-lo.

10) Alfred e Lucius Fox serão seus contatos principais durante o jogo. Barbara Gordon o ajudará em algumas Side Missions e terá um Crush sutil em Dick Grayson, que, no entanto, não se mostrará recíproco à ideia.

11) Diferentemente de Arkham Knight (PS4), haverá batalhas contra Bosses.

12) A data de lançamento estimada estará por volta de novembro deste ano, mas é possível que o jogo tenha o lançamento atrasado, já que a ideia era revelarem o jogo ao fim do ano passado, mas isso também atrasou.”

É aguardar até o dia 8 e ver se o futuro nos reserva algo sensacional neste nível.

A série Arkham é sucesso de crítica

A série recebe críticas positivas até então. Arkham Asylum, por exemplo, chegou a ter o prêmio Guinness por ter o jogo criticamente mais bem aceito de todos os tempos, baseando-se numa média da Metacritic de 91.67. Mas, por fim, Asylum perdeu o posto para a sua própria sequência em 2011, Batman: Arkham City. O jogo foi elogiado por trazer um lado mais sombrio e nunca visto do Batman em Games. Ele também foi elogiado pela forma polida de jogabilidade em combates e pela qualidade do jogo Stealth, assim como pela seleção de Gadgets à disposição do Morcego de Gotham. Isso sem contar as extensas referências à mitologia dos quadrinhos e inúmeros Easter Eggs por todo o mapa dos jogos.

FonteReddit, Wikipedia/US (complemento)

Leave A Reply

Your email address will not be published.

%d blogueiros gostam disto: