REVIEW| BATMAN: TERRA UM

Batman: Terra Um, foi a segunda Graphic Novel da DC, pertencentes ao selo DC Earth One, a primeira foi Superman: Terra Um lançada em 2009, seguido por esta, lançada em 2012. Batman: Terra Um, reconta a história de origem do homem morcego.

Recontar uma origem de um personagem tão icônico como Batman é difícil, e Geoff Johns não deixou a desejar. Embora essa história se trata de um Batman de uma das terras paralelas da DC, a história ficou impecável, tanto no roteiro como na ilustração e o desfecho foi incrível. Vou expor alguns pontos importantes e que considero interessantes. Contém spoilers, a leitura adiante é por sua conta e risco.

alerta-spoiler

A história começa com o jovem e um pouco experimente Bruce Wayne, vestindo a roupa de morcego e indo atrás de quem poderia estar por trás do assassinato de seus pais. O jovem Bruce que viu seus pais ser assassinado em u beco, cresce e está a procura de vingança por quem poderia ter feito aquilo, então seu caminho se cruza com o atual prefeito de Gotham, Oswald Cobblepot.

Tudo começa numa festa política na mansão Wayne, onde o atual candidato a prefeito de Gotham, Thomas Wayne está comemorando a boa colocação nas pesquisas, que o apontavam como possível novo prefeito. Com medo em questão da segurança própria e de sua família, ele convida um ex fuzileiro, seu amigo Alfred que já havia salvo a sua vida, para que fosse seu segurança. Por sua confiança em Alfred ser tanta, e ele e Martha serem os último de suas famílias, ele secretamente faz um testamento onde dizia que se algo acontecesse a eles, a guarda de seu filho seria entregue a Alfred.

alf1

Naquela mesma noite, na saída do cinema, ocorre o assalto (que já era planejado) que acarreta no assassinato de Thomas e Martha, e Alfred se vê na obrigação de ter que criar e treinar o jovem Bruce, que desde aquele dia, estava obcecado na vingança contra o mandante da morte de seus pais.

Essa história mostra um Bruce ainda inexperiente que segue uma pista de quem poderia estar envolvido no assassinato, e como Lucius Fox o ajuda com seus primeiros equipamentos.

lucius

Mostra ainda a história de Gordon e Bullock, que começam a não mais serem ofuscados pelas pessoas da cidade, e passam a agir como verdadeiros policiais. Gordon é “acordado” por Bullock que era um detetive e ex astro de um programa de TV, que desenterra casos do passado, e vai até Gotham para tentar solucionar anos depois o assassinato dos Wayne, mas ao mexer onde não era convidado, acaba despertando a fúria do mandante do crime, que sequestra a filha de Gordon, Barbara, para que eles se mantenham afastados do caso. Mas eles decidem não mais ceder às figuras da cidade, e acabam batendo de frente com o Serial Killer “O Aniversariante” e resgatando Barbara com a ajuda do homem morcego. Mais tarde foi revelado que Gordon não enfrentava de fato os criminosos, pois eles armaram o acidente que matou a sua esposa para assustá-lo.gordon1

A pista do Aniversariante,  leva Bruce até o verdadeiro mandante do crime, o prefeito Pinguim, que mandou que executassem os Wayne para que ele fosse o prefeito. Cego pelo ódio, Batman vai num embate direto contra ele, o que acaba revelando sua identidade quando Pinguim consegue tirar sua máscara. Mas chega Alfred e dá um tiro em Pinguim para que não fique pontas soltas e revele a identidade do seu patrão.

batman1pinguim1 pinguim2

Pontos altos:

1- Abordagem de um Batman iniciante, que apanha muito, e isso que vai ajudando ele se fortalecer.

2- Um Alfred totalmente reformulado, durão, e que criou o Bruce para o melhor que poderia, e o incentiva no final a ser uma lenda para Gotham.

alfie4

3- A história por trás do de Arkham: Martha Arkham Wayne, tem uma história conturbada na família. Sua casa de infância, onde posteriormente foi instalado o Asilo Arkham, sua mãe matou o seu pai a marteladas, e depois se jogou da janela se matando, o que pode ser explicado posteriormente no resgate de Barbara, que ao ficar sozinho no local, Bullock começa a ter visões, por isso Martha nunca quis que Bruce fosse pra lá algum dia. “As vezes monstros são criados”.

harvey

4- O início de uma amizade entre Gordon e Bullock que realmente vão combater o crime, sem ter ninguém que os intimide.

“Batman: Terra Um” Não faz parte da cronologia dos Novos 52, é um conto isolado, apenas mais uma versão da origem do Batman. Além de ter ótimos ganchos para uma possível continuação.

Se quer uma leitura mais leve, com uma história bem desenvolvida e de fácil compreensão, super recomendo. E boa leitura.

batman

 

Caio Vinícius

Após a mordida de um gafanhoto radioativo, ganhou poderes sem igual. Com isso, jurou combater o crime com tamanha destreza !

%d blogueiros gostam disto: