REVIEW| Aquaman Rebirth #1 “um homem de dois mundos que não pertence a nenhum”

Uma das principais batalhas desenvolvidas por Aquaman Rebirth #1, é sobre o lugar dele no mundo. Filho de uma atlante, crescido na terra seca, agora Aquaman se divide entre dois mundos, em água, reinando 2/3 do planeta e em solo, sendo membro da Liga da Justiça.

04

Logo nas primeiras páginas, a DC segue com o processo de desconstrução da imagem ridicularizada que algumas pessoas tem dele, creio que seja para os novos leitores observarem que ele é um ser extremamente forte, até quem tá “narrando” a revista afirma isso, e fica comprovado em trechos de diálogos como “você nunca mostrou seu verdadeiro poder”.

15

Ele não se sente encaixado em Atlantes, onde muitos o rejeitam, principalmente esse primeiro grupo inimigo, que são xenofóbicos e querem acabar com a “terra seca”, ou seja, a superfície. E na superfície, metade o ridiculariza indevidamente e alguns o temem, como é mostrado nos jornais, onde relembram do ataque Atlantis à superfície e sabem que essa nação e seus cidadães não devem ser subestimados.

11

A revista passa grande parte do tempo na desconstrução de todos os elementos que as pessoas acreditam que o personagem ainda possui, para deixar ele de uma forma mais “badass”, tais como que ele é fraco (na revista ele é colocado como um herói rank A, ou seja, a altura de Superman e Mulher Maravilha), que ele não fala com peixes, apenas os dominas, já que os peixes não tem capacidade para falar e etc.

 

Mas mesmo o melhor dos heróis, sempre tem um ponto fraco, e o principal vilão que narrou a revista, e que aparece no final, sabe qual é o ponto fraco dele: Sua amada Mera. Ele diz que é ela quem faz com que ele se mantenha estabilizado, que ele se esforce pelos dois lugares, e que se tirar ela dele, ele certamente não vai manter sua sanidade e certamente o seu poder.

No final, é revelado que o vilão das próximas edições será o Arraia Negra 2, ou seja, o filho do Arraia Negra original, querendo se vingar do Aquaman pela morte de seu pai.

22

Certamente as melhores histórias do Aquaman sempre tiveram o Arraia como vilão, e agora, mais uma vez, creio que não seremos decepcionados com esse arco grandioso que está por vir.

Com um roteiro simples e maravilhoso, de Dan Abnett, e com uma arte bonita, simples, profunda e bem colorida, a leitura é extremamente prazerosa.

13

Aquaman Rebirth #1, se trata de aceitação própria e controle emocional.

Nota: 4,6/5

E aí, quem já leu, o que achou? E quem aí tem interesse em acompanhar a história do Rei dos Sete Mares? Opinião própria de quem escreveu, vale muito a pena!

Caio Vinícius

Após a mordida de um gafanhoto radioativo, ganhou poderes sem igual. Com isso, jurou combater o crime com tamanha destreza !

%d blogueiros gostam disto: