35 views 0 comments

OPINIÃO | “Capitão América #1” é empolgante e promissor

by on julho 4, 2018
 

Nesse mês a Panini está colocando nas bancas a nova revista mensal do icônico Capitão América. A edição contém os dois primeiros issues americanos de Captain America: Sam Wilson, e tem o preço de cap a de R$7,20. Por ora, apenas o título de Sam Wilson será publicado mas, lá pra frente, Captain America: Steve Rogers será incluído no mix.

A história se passa oito meses após os eventos das Guerras Secretas, e o manto do Capitão está na posse de Sam Wilson, antigo Falcão. Agora, Sam tem mais duas pessoas ajudando-o, além do Asa Vermelha (seu pássaro): Misty Knight – uma experiente lutadora, detetive particular e vigilante e Dennis Dunphy, ex-lutador que acabou ganhando superforça.

Na trama Nick Spencer, o roteirista responsável pelo título, faz um paralelo com o contexto político atual dos Estados Unidos, explorando assuntos como imigração e vazamento de informações sigilosas. Tudo bem, você pode e provavelmente vai achar que se trata de um quadrinho chato, extremamente politizado. Pois bem, não é!

Steve Rogers sempre foi um Capitão que não tomava partido em assuntos políticos, mas Sam faz exatamente o contrário. Agora que ele não está mais trabalhando nem mais para a S.H.I.E.L.D nem para o governo, ele estabelece uma “linha direta” com a população, onde as denuncias podem ser feitas diretamente pelos civis.

O gibi tem um clima agradável e com um humor sútil, porém funcional e muito bem utilizado. A arte de Daniel Acuña é linda, e as cores são simpáticas aos olhos.

Curiosidade: essa é a primeira revista mensal de um personagem negro no Brasil!