248 views 0 comments

Não, não estou velho demais para quadrinhos!

by on junho 16, 2016
 

Que fã de quadrinhos nunca ouviu a típica frase “Olha sua idade, como pode gostar disso? Vê se cresce”. Isso é uma das coisas mais chatas de se ouvir, bem como a mais idiota de se dizer.

Tenho 21 anos, estou no penúltimo ano do curso de Direito, faço estágio e tenho que tirar tempo para estudar, ainda sim procuro parar para ler meus quadrinhos, ver filmes e jogar uns games. E com toda essa responsabilidade que podem ver que tenho não é difícil encontrar alguém que diga que estou velho demais para essas coisas.

Algo que sempre indago às pessoas que me falam isso é o seguinte: “Por acaso tem idade máxima para gostar disso?”.

Ao que parece para a nossa sociedade, quando o indivíduo atinge determinada idade significa que deve ser uma pessoa séria, rabugenta, que apenas se preocupa com dinheiro e trabalho (entre eles está o estudo, como faculdade), apenas ler jornais e livros feitos por intelectuais. Resumindo, viver uma vida, digamos em “preto e branco”.

Vamos deixar para trás as  críticas à essas frases dessas pessoas e focar em dizer neste artigo o porquê eu, você, nós somos fãs da cultura Geek/Nerd.

Cada um tem um meio de sair deste mundo cheio de problemas, de pessoas querendo te puxar para baixo, de trabalhos de escola/faculdade a serem feitos, de contas a serem pagas. Enfim, nós temos o nosso, e é exatamente esse!

Quando sentamos para ler um quadrinho, ver um filme ou jogar um game a palavra que melhor descreve o que sentimos é: tranquilidade. Isto pelo motivo explicado no parágrafo acima. Claro que no meio da leitura ou do jogo as emoções variam conforme os acontecimentos, mas o fato de esquecermos o estresse do dia-a-dia já pode considerar que o sentimento predominante é tranquilidade.

super_nerdAssim, não importa se você possui 10 ou 70 anos, o universo Geek/Nerd não possui idade mínima, sequer idade máxima! Aquele que já está na fase adulta e ainda se apaixona a cada página lida de uma HQ, a cada nível ultrapassado no jogo, a cada efeito do filme e não se importa com o que vão dizer, esse sim é feliz com a vida.

A pessoa que está neste mundo não é um anti-social, muito menos alguém que não é maduro o suficiente para encarar as responsabilidades da vida, pelo contrário é em muitas vezes até mais preparado que aquele que julga essas coisas “serem de criancinhas”.

Portanto, se alguém disser que você está muito velho para essas coisas, ignore ou leve na esportiva fazendo alguma brincadeira para demonstrar a pessoa que você não se importa.

Não tenha vergonha de ser o que é, saia com camisas de heróis, fale sobre games e filmes independente da sua idade. Quadrinhos, filmes e jogos estão ai para serem usados, talvez se um dia colocarem idade máxima ai a gente para (mentira, paramos não).