MULHER-MARAVILHA | O que as Amazonas realmente querem no filme?

0

O filme Mulher-Maravilha trará Diana, a princesa guerreira de Themyscira, para as telonas em seu primeiro filme solo, mas não deixará o povo dela para trás. A maior parte do primeiro ato do filme se dará na ilha paradisíaca escondida, onde todos aprenderemos muito sobre as Amazonas, sua história e o que elas realmente querem fazer no mundo.

No filme, as Amazonas foram criadas por Afrodite a mando de Zeus, para deter o que ele via como o envenenamento da bondade da humanidade, vinda de Ares. Essa rixa interna de família não só leva à criação das Amazonas, mas à da própria Diana, que deveria ser a arma definitiva contra o Deus da Guerra. Mas, enquanto a guerra é uma parte intrínseca das Amazonas, a motivação delas na verdade é pela paz, conforme a Warner apressou em ditar para o ComicBook numa visita ao set do ano passado. Essa mensagem será explorada ainda mais profundamente do que nas páginas da DC Comics e é central para a forma como Diana vê o mundo dos homens quando entra nele, em meio à Primeira Guerra Mundial.

Foi dito durante a visita:

Essas nobres e esculturais guerreiras são criadas com a missão de restaurar a paz no mundo e o amor no coração da humanidade.

Enquanto conversávamos com o produtor Charles Roven durante entrevista, ele disse à ComicBook que a mensagem das amazonas é carregada por Diana o tempo inteiro, e isso faz dela de alguma forma relutante para lutar; quando a vemos cruzar a Terra de Ninguém, vemos que ela parte para guerrear com o objetivo de preservar a paz, numa relação paradoxal explorada em muitos filmes de guerra.

[As Amazonas] foram criadas para ajudar a humanidade e para ser um símbolo de todas as coisas que você poderia realizar sem a guerra. Desse ponto de vista, acho que esse é realmente o motivo pelo qual escolhemos esse período. Homens tem uma capacidade de fazer coisas horríveis aos outros. E isso acontece desde o surgimento do homem. Se formos bíblicos, isso acontece desde Caim e Abel. Havia apenas dois caras. Um foi eliminado pelo outro.

Então, a Mulher-Maravilha vem ao mundo para dizer — e mostrar — que há outro caminho. Ele fala por toda a dicotomia de Diana e das Amazonas, e não fugirá das telas.

Mulher-Maravilha trará Gal Gadot como Diana Prince, Chris Pine como Steve Trevor, Connie Nielsen como a Rainha Hipólita, Robin Wright como a General Antíope, e estreia em 2 de junho de 2017.

Fonte: ComicBook

Leave A Reply

Your email address will not be published.

%d blogueiros gostam disto: