Hqs/Livros
88Visualizações 0comentários

OPINIÃO | Milênio aprofunda a mitologia da DC

Poron janeiro 3, 2017
Detalhes
 
Positivos

Compreensiva

Negativos

Muito, muito longa
Poucas conexões da saga entre títulos
Caracteriza mal certos personagens

Nota do editor
 
Roteiro
55%

 
Argumento
65%

 
Personagens
70%

 
Ilustração
70%

Pontuação Total
65%

Hover To Rate
Nota dos usuários
 
Roteiro

 
Argumento

 
Personagens

 
Ilustração

Classificação dos usuários

Você classificou isso

 

Após a repaginação patrocinada pela famosa Crise nas Infinitas Terras, na qual tivemos o fim do multiverso como o conhecíamos, a DC permaneceu criando suas grandes sagas. Aqui, trata-se de mais uma oportunidade de conhecermos um pouco mais da vasta mitologia espacial da DC, os Guardiões do Universo, a Tropa dos Lanternas Verdes e – por que não? – da personalidade dos heróis da nossa editora favorita. Tem início o projeto Milênio!


ATENÇÃO: O texto a seguir representa a opinião exclusiva do seu autor e não representa necessariamente a opinião deste site.

1 – O contexto
ficha

Informações da saga. CLIQUE PARA AUMENTAR.

Milênio é a saga publicada pela DC Comics em 1987. Trata-se de um grande Crossover, com uma linha de publicações principais e inúmeros Tie-ins, com o objetivo de diversificar um pouco mais a mitologia da DC ao mesmo tempo em que uma nova criação é implementada: os Novos Guardiões, que teriam a sua revista própria a partir de então. A saga serve como uma iniciação, ou em outras palavras, a história de origem desta que foi uma equipe de heróis que teve sua vida própria – ainda que não tão longa quanto o esperado. Durante a saga, veremos que estes novos heróis também seriam ditos como “o próximo passo evolutivo”, o que obviamente faria os heróis do presente – como a Liga da Justiça, os Lanternas Verdes e os demais Guardiões – rivalizarem com o passo evolutivo anterior, os Caçadores Cósmicos.

 

2 – Os acontecimentos
Semanas

As semanas da saga Milênio. CLIQUE PARA AUMENTAR.

Durante a narrativa, tivemos basicamente oito semanas de publicações, divididas entre os títulos principais (num total de oito) e seus Tie-ins. A DC publicou inclusive um Checklist, dizendo que a publicação principal – intitulada com o nome da saga, Millennium – deveria ser lida primeiramente, e depois sim o leitor deveria cuidar dos Tie-ins da semana. A saga Milênio é vasta, detalhista e apresentou desencadeamentos em praticamente todos os títulos da editora no fim da década de 80 e no contexto pós-Crise, fazendo parte da cronologia e apresentando o leitor a mais elementos espaciais.

 

 

 

ATENÇÃO! O texto a seguir contém spoilers. Recomendamos fortemente a leitura particular da obra, para que você tire suas próprias conclusões.

Seguem então os principais acontecimentos da saga:

  • Somos apresentados aos Guardiões do Universo (Guardians of the Universe), os imortais seres extraterrestres e residentes do planeta Oa, que fica no centro do universo. Aqui, ainda somos informados de que certa vez os Guardiões criaram seres que manifestariam a sua vontade e protegeriam o universo, e estes seres seriam androides: os Caçadores Cósmicos (Manhunters). Um dia, eventualmente os Caçadores se voltariam contra seus próprios criadores, os Guardiões, que prontamente retiraram o poder dos mesmos e passaram a contemplar humanos com a tarefa e tal poder. Estava assim criada a Tropa dos Lanternas Verdes. Um destes Guardiões, Herupa Hando Hu, se junta à sua parceira, Nadia Safir – uma Zamoriana – e vem até a Terra para declarar aos heróis que darão início a um projeto que visa selecionar dez seres que se tornariam os Novos Guardiões do Universo. Este projeto tem o nome Milênio.

 

  • Os escolhidos seriam:

Os escolhidos dos Guardiões. CLIQUE PARA AUMENTAR.

  • Os Caçadores se mostram infiltrados no universo DC sob a forma de vários coadjuvantes (como Lana Lang, o Comissário Gordon, o Soviete Supremo, o Pai de Wally West e um falso Deus Pã), obtendo esses dados ao interceptar o objeto no momento em que a Precursora enviou para o espaço o conhecimento do Monitor. Nuclear e Gladiador Dourado passam para o lado inimigo: o primeiro, convertido, e o segundo, manipulado. Os escolhidos vão para a Cidadela dos Lanternas Verdes, quando Batman percebe algo errado e vai ao pântano da Louisiana vizinho à prisão de Belle Reve. Sim, o Esquadrão Suicida entra em ação e explode uma bomba no QG Caçador. Entre muitas baixas e tentativas de manipulação¹, a bomba explode, o Capitão Átomo contém a maior parte da explosão e o Nuclear transforma o excesso em neve. Os heróis descobrem que os Caçadores têm uma terra natal e decidem ir até lá, no sistema Procyon, para finalizar a ameaça de vez. A Precursora já está presa naquele lugar e é salva por Driq, um lanterna que morreu, mas o anel não o deixa sucumbir. Algum tempo após descobrir que seu pai era um Caçador, Wally West enfrenta um ladrão de diamantes², chamado Chester “Chunk” Runk. Na verdade, descobre-se que ele precisa ingerir o material mais denso que puder, para não implodir.

 

  • A Liga permanece enfrentando o Grande Mestre Caçador no espaço. Ela tem a ajuda do Sr. Destino, que falha e obriga toda a equipe a direcionar toda a sua energia vital a dois integrantes: o Lanterna Verde Hal Jordan e o Superman. O Guardião e a Zamoriana terminam o processo, e os candidatos a Novos Guardiões entram em seus estados transcendentais, na qual suas mentes se abrem para o conhecimento que lhes fora passado. Embora hesitando no início, Florônico se mostra digno de ser um escolhido e é reconhecido por imobilizar um suspeito, que é levado por John Stewart até a sede da Cidadela dos Lanternas. Batman começa a interroga-lo quando ele é interrompido por Besouro Azul, Kilowog e o Sr. Milagre. Após ajudarem o Besouro a examinar a nave, eles descobrem que a meta dos Caçadores tem sido o núcleo da Terra, que deve ser o último reduto dos Caçadores restantes. Eles resolvem, portanto, partirem para enfrenta-los e talvez pôr fim à ameaça de uma vez por todas. Enquanto isso, Hal e Superman partem para o reduto dos Guardiões, um local onde conceitos quânticos são válidos (Superman chega a usar a expressão “é como se uma bola vermelha não fosse vermelha se não a observássemos”) e enfrentam o Grande Mestre, que acaba destruído por ambos. Após investigação combinada de Besouro Azul, Aquaman, Sr. Milagre e Kilowog, eles descobrem que é possível ir a um provável último reduto dos Caçadores na Terra, no centro da mesma, e tentam fazê-lo com uma sonda solar. Eles são interceptados pelo terrorista Detonador, mas acabam por conseguir realizar a missão. Os heróis no espaço são avisados por Precursora e retornam à Terra também.

 

  • Na expedição ao centro da Terra, o falso Deus Pã é destruído pela Mulher Maravilha, e o Gladiador Dourado, que até então estava aliado à vilania, em cima da hora mostra que sempre esteve do lado do bem e trai os Caçadores. Após o enfrentamento entre estes e os heróis, os Guardiões pedem o retorno de todos. Lá, Luthor ainda tenta manipular os fatos contra Superman, mas é rechaçado pelo mesmo e por Celia Windward. O Gladiador, inclusive, se mostra cético de seu futuro como herói e chega a desistir, mas é convencido em cima da hora pelo Caçador de Marte e os demais. Ele se conforma com ser o Gladiador em outro lugar. Numa última expedição, os Lanternas se dividem e levam os candidatos a novos guardiões a vários lugares no mundo e fora dele (o que traz um arco com Sinestro, que teria se aliado a Myrwhydden, o Mago do Micromundo, um ser com aparência de duende bastante poderoso. Mas ambos também terminam imobilizados e exilados.

 

  • Por fim, todos se reúnem na cidadela verde: heróis, candidatos e os instrutores Herupa e Nadia. Com isso, tem início o projeto Milênio e os candidatos finalmente se tornam heróis:
      • Xiang Po é a primeira e se torna Brilho, uma heroína baseada em claridade, força e sensações aguçadas.
      • Takeo Yakata se torna Ram, um tecnopata que tem acesso remoto ao computador dos lanternas.
      • Gregorio de la Vega se torna Extraño, um bruxo.
      • Betty Clawman incorporou o mundo e vive através de Extraño, ligando-o à Terra.
      • Celia Windward se torna Jato, que tem domínio sobre luz e som e voa se utilizando de eletromagnetismo, por dominar os campos de força da Terra.
      • Florônico diz não precisar dos poderes dos instrutores, pois já está pronto e tem seu papel definido no verde.
      • Tom Kalmaku desiste da função de herói por conta de seu papel em sua família. Então, os instrutores pedem a ajuda da Precursora, que também recusa e já diz ter seu papel definido. Nadia e Herupa então passam a Tom um poder latente, que ele pode usar quando quiser.
      • Jamwillem Kroef havia sido derrotado por John Stewart após uma situação de racismo, e aqui é mostrado como alguém que absorveu os recursos dos instrutores, mas usará o poder para o mal.

    Os Novos Guardiões chegaram. CLIQUE PARA AUMENTAR.

     

  • Enquanto os heróis surgiam, os demais reinos sentiam a presença dos novos guerreiros. A cada transformação, Herupa e Nadia se enfraquecem, até que finalmente sucumbem passando o legado aos novos heróis. O processo tem fim e a Liga dá boas-vindas aos Novos Guardiões.

¹ Curiosidade 1: No filme do Esquadrão Suicida (2016), os personagens Capitão Bumerangue e Amarra tramam uma fuga da equipe durante a primeira missão. Nela, Boomer é imobilizado por Katana, enquanto Amarra tem a cabeça explodida por Rick Flag. No Tie-in do Esquadrão Suicida em Milênio, vemos uma cena parecida: enquanto o Esquadrão estava no pântano residente nos arredores de Belle Reve, o Capitão Bumerangue comenta com Amarra que não acredita que o dispositivo será explodido (no caso, um bracelete), por conta da personalidade de Flag e do Tigre. Pouco depois, Amarra tenta fugir e tem o braço explodido. E é aí que Boomer demonstra seu sangue vilão e pensa, “Então era verdade? Perdão, Amarra, mas eu precisava saber! E antes você do que eu”.

² Curiosidade 2: Também no filme do Esquadrão Suicida, vemos a cena em que o Capitão Bumerangue trai um de seus aliados durante um roubo de diamantes. Lembra do cameo de Flash? Isso ocorre na mesma cena. Ao que tudo indica, essa cena também foi inspirada nesses quadrinhos: no segundo Tie-in do Flash dentro da saga Milênio (Flash #9), vemos Wally West deter um ladrão de diamantes também, embora ele não tenha nada a ver com Boomer: trata-se de Chester “Chunk” Runk. No entanto, conforme supracitado, essa história não se passa juntamente com o restante dos acontecimentos da saga Milênio.

 

3 – A avaliação

A DC tem, em sua mitologia espacial, um dos seus maiores alicerces – seja em originalidade, seja em profundidade, ou até mesmo em empatia. Os Guardiões do Universo são seres extremamente poderosos e tradicionais, e por isso precisam ter suas histórias e desenvolvimento geral muito bem explicado, ainda que por partes como a dessa saga. Por isso, a saga Milênio tem seu valor e merece sua leitura atenta, ainda que por muitos momentos os autores pareçam pouco objetivos em seus Tie-ins. A saga te manterá curioso (a), enquanto mantém as coisas no lugar e arrisca pouco, com um final bastante enxuto, mas tem seus méritos em boas premissas e na sua originalidade.

A série é nota 6.5, com alguma boa vontade. Por todo o merecimento em função do planejamento e da construção prometida e apresentada, você precisa ler Milênio e conhecer melhor este universo.

Agradecimentos ao meu amigo Shô!