Game of Thrones S06E07: The Broken Man – Review

Essa temporada está sendo uma maquina de fanservice: tivemos tio Benjen, a volta de Jon Snow, o encontro dele com a Sansa entre outras coisas. Claro que com esse episódio não foi diferente.

 

TA VIVO VIADO

Tudo começa com uma revelação que todos estavam esperando: O Cão de Caça e está vivo! Sim, vivo e trabalhando com a fé do sete. Pelo visto, depois de ter sido deixado para morrer por Arya Stark Cão foi encontrado por um pastor da fé do sete que pensava que ele estivesse morto. As cenas são muito bem construídas, mostram que ele estava tentando levar uma vida normal e sem grandes confusões; Apesar de ainda ser o mesmo Clegane arrogante que deixamos na quarta temporada. Todo o enredo por trás disso faz você se “apegar” aos personagens pelo clima leve, o cenário claro relativamente feliz e a música que segue ao fundo. Depois desse momento alegre, lembramos que isso é Game of Thrones e que nada é o que parece ser. Todos que estavam trabalhando na construção do novo Septo são mortos pela Irmandade Sem Bandeiras, inclusive o pastor que ajudou o Cão. Isso nos leva a muitas especulações e teorias como a possível aparição da Lady Stoneheart nos próximos episódios.

EU AMO ESSA MINA

Indo mais ao norte temos a apresentação de Lyanna Mormont, Lady da casa Mormont. Jon, Sansa e Davos continuam sua busca por apoio contra os Bolton em casas menores. Aqui todos estão preparados para lidar com uma criança mas Lyanna mostra que não é nenhum Tommen Baratheon e sabe o que está fazendo. Também lembra que sua mãe era uma forte guerreira que morreu por causa da burrice de Robb Stark. Foi uma das melhores coisas do episódio, além de fazer você se apaixonar completamente pela Lady Mormont também percebe que conseguir apoio no Norte não é um trabalho fácil como a maioria pensava. Claro, o Norte se lembra do nome Stark mas também se lembra que por causa de um Stark, famílias foram destruídas e o Norte tomado. Davos, como sempre, salvou o dia mostrando que além de ser um perito em política também lida muito bem com crianças. O fato de que o Norte ainda tem receio dos Stark fica bem mais claro depois que eles conseguem os 62 homens de Lyanna e partem para outra casa. O Lord se lembra que Robb se casou com uma estrangeira e por outras atitudes erradas (como mandar o Theon para negociar com o pai nas Ilhas de Ferro), toda sua família foi morta.

MEU AMOR

Partimos para Porto Real, onde a maravilhosa Olenna Tyrell tenta manter uma conversa privada com sua neta. Em uma das cenas Margaery entrega, escondido, um papel com o símbolo da casa Tyrell para sua avó depois de pedir que ela voltasse para o Jardim de Cima. A atitude foi tomada após o Alto Pardal dizer que a Rainha deveria converter sua vó, ou se não ele começaria a temer pela segurança dela. Agora ficou mais claro do que nunca: Margaery não está convertida, ela só está tentando sobreviver e salvar aqueles que ama.

Ainda em Porto Real temos mais uma tentativa falha de Cersei para conseguir apoio. Ao perceber que Olenna está deixando o lugar, tenta convence-la a ficar e salvar os netos, porém a Rainha dos Espinhos mostra que não é idiota. Ela faz questão de lembrar que por culpa da outra as casas estão sendo destruídas e que ainda por cima ela que mandou seus netos para a prisão e deu poder para o Alto Pardal; Nós não podemos discordar . Como todos sabem, Cersei ainda não percebeu que não tem mais toda a influência de antigamente e que as suas atitudes só cavam mais a sua cova. Em uma tentativa de continuar sendo Rainha e por uma das maiores casas de Westeros em “seu lugar”, ela deu poder para a fé militante que no fim se virou contra ela.

EU TE AMO MAS TE ODEIO

Em Correrio percebemos que os Frey são, realmente, a casa mais inútil de todo o continente. Eles estavam montando um cerco contra o Peixe Negro, que conseguiu recuperar o castelo da família Tully. Eles ameaçavam matar Edmure Tully se ele não abandonasse o local, eles obviamente não cumprem a ameaça e o castelo continua tomado. Jaime chega dando ordens e fazendo o que todos mais desejam: dar um tapa na cara de um Frey. Ele vai negociar com o Peixe Negro e percebe que a tarefa não vai ser fácil: o lugar tem provisões para os próximos dois anos e ele ainda indaga “Você consegue esperar dois anos?”. Isso nos leva a mais uma especulação. Brienne está indo para Correrio pedir apoio dos Tully para a causa Stark no Norte e depois de tanto tempo, ela e Jaime ficarão de lados opostos.

Não posso deixar de dizer que isso me incomodou, como todos devem se lembrar, Jaime só foi libertado porque fez um juramento a Catelyn Stark de nunca mais levantar uma espada contra um Stark ou um Tully de novo. Ele está tramando alguma coisa ou a série simplesmente esqueceu todo o enredo do personagem?

Esse episódio mostrou coisas não tão importantes assim, como Theon em um bordel em Volantis. A cena não trouxe nada demais, porém mostrou que mesmo depois de ter saído das mãos de Ramsey, ele ainda sente muito medo de tudo ao seu redor. Apesar dessa queda de ritmo não podemos dizer que o episódio foi ruim.

game_of_thrones_s06e07_waif_arya

Para finalizar temos Arya Stark em Bravos tentando conseguir um navio para voltar para Westeros. Essa cena me fez pensar em uma coisa: O que a Arya está fazendo andando a luz do dia numa boa, sabendo que está sendo procurada? Logicamente, ela foi encontrada pela criança abandonada e levou uma série de facadas. Isso reforçou muito a teoria de que a Arya e a criança abandonada seriam a mesma pessoa. De um lado temos a criança Stark que se nega a abandonar sua personalidade e do outro lado temos Ninguém tentando matar essa personalidade.

Concluindo podemos chamar isso de ponte. Praticamente tudo que foi construido aqui foi uma ponte para o que vem a seguir. Ele mostra como os enredos estão andando e nos prepara para os próximos três episódios, que vão ser cheios de sangue, porradaria e a esperada Batalha dos Bastardos.

Milena Matias

Estudante de jornalismo, 19 anos e com um amor enorme por video-games. Séries e cinema são os segundos amores da minha vida.

%d blogueiros gostam disto: