557 views 0 comments

Inspiração? Ou simplesmente plágio ? – Saiba a diferença

by on abril 8, 2016
 

Um post na nossa página oficial  (DC Comics Brasil club), gerou uma discussão interessante de se acompanhar, diferente de muitas que vem acompanhadas de xingamentos e argumentos vagos. Essa foi de uma classe notável, vimos pontos de vistas diferentes se respeitando e tentando entender cada lado. Mas também percebi que muitos dos nossos leitores não sabem a diferença de inspiração e plágio. Seguindo essa temática, separei dois personagens que sempre estão protagonizando essas discussões.

 

Batman

20

O que sabemos sobre o Batman? Sabemos que quando criança viu seus pais sendo mortos na sua frente na saída do  cinema, quando cresce decidi treinar corpo e mente para vingar a morte de seus pais. Mas você sabia em que Bob Kane e Bill Finger se inspiraram para chegar nesse conceito ? Não ?

O primeira inspiração foi em um filme chamado The Bat Whispers de 1935.

thebat

O filme narra a história de um casal que aluga uma casa no campo para tirar férias, mas ao chegar começam a receber contantes ameças de um assassino que se auto intitula The Bat.

vlcsnap-210515 bat5

Note de onde Finger e Kane, se inspiraram para criar o uniforme e o tão famoso Bat Sinal de Gotham. Na época o estúdio que possuía os direitos do filme, processaram a DC Comics por plágio.

Outra grande inspiração para a criação do Morcego de Gotham, veio diretamente dos quadrinhos. O personagem se chama Black Bat (no Brasil ficou conhecido como Morcego Negro). Criado em 1930 com características pulp, nome dado a histórias de investigação ou simplesmente noir. Outra característica muito forte no Batman.

2890328-the_black_bat_web Black_book_detective_1945spr download

Nem preciso falar da semelhança da roupa, não é mesmo ?

Batman passou por várias mudanças ao longo dos anos, inclusive ele adotava o uso de armas de fogo, igual as de Morcego Negro.

Uma das maiores características do personagem, é o fato dele ser bilionário. Mas será que ele foi o primeiro ? A resposta é não, esse conceito foi inspirado em Zorro de 1919. Este que já protagonizou revistas em quadrinho, livros, filmes e séries. Don Diego De La Vega, um jovem membro da aristocracia californiana, em meados do século XIX, durante a era do domínio mexicano (entre 1821 e 1846).

Após longo período de educação na Europa, Diego retorna à Califórnia e passa a defender os “fracos e oprimidos”, sob uma máscara e uma capa negra, empunhando uma espada e cavalgando um cavalo igualmente negro de nome “Tornado”. Sem o disfarce, ele simula ser um homem que se acovarda diante de situações de perigo.

signe-de-zorro-1940-12-g.0.0

Mais um conceito aproveitado em Batman, após longos anos de estudo (no caso do Batman, incluí o treinamento e combate) o protagonista volta para defender a cidade.

O objetivo disto tudo é apenas esclarecer um ponto, Batman não foi criado do zero, seus criadores usaram conceitos de outros personagens da época e aplicaram em um. Conceitos não são algo que alguém possa patentear ou chamar de seu.

 

Cavaleiro da lua

5

Sendo assim, vamos falar de um dos personagens mais legais dos quadrinhos, e ao mesmo tempo o mais injustiçado por ser tachado de a cópia barata do Homem Morcego. Mas por qual motivo ele é tachado assim ? confira abaixo a origem do personagem.

Nascido em Chicago, Illinois, Marc Spector é o filho de um rabino americano. Ao atingir a maturidade, Marc ganhou a vida como boxeador, fuzileiro naval e mercenário. Em uma de suas muitas missões, ele trabalhou em conjunto com o mercenário africano Raoul Bushman, a serviço do Dr. Peter Alraune. Nesta missão, eles procuravam o antigo templo do deus egípcio Khonshu (ou Konshu), o deus da Lua. Quando finalmente encontram a caverna, Bushman se revela um traidor, assassinando o Dr. Alraune e deixando Spector às portas da morte.

Encontrado por egípcios, ele é levado até o templo do próprio Khonshu para ser tratado. Quando o coração de Spector para, o deus egípcio aparece em uma visão e lhe oferece a chance de ser seu avatar na terra. Marc aceita e, decidido a se tornar um combatente do crime, ele derrota Bushman e, em seguida, volta para os EUA.

Em Nova York, Spector cria um uniforme prateado para si (em homenagem a Khonshu) e se auto-denomina Cavaleiro da Lua, passando a atuar como vigilante da cidade. Para isso, ele assume outras três identidades:

  • Steven Grant, milionário e filantropo (sua identidade “principal”, usada para lhe permitir acesso à alta sociedade);
  • Jake Lockley, o taxista (identidade que ele usa para ter contato com as pessoas comuns de Nova York);
  • Cavaleiro da Lua, o vigilante de Nova York.

Um dos muitos vigilantes noturnos de Nova York, o Cavaleiro da Lua já trabalhou ao lado dos Novos Vingadores, de Homem-Aranha, Demolidor e do Justiceiro.

 

Apesar de ser um grande personagem, e ter uma origem e uma concepção muito boa, Cavaleiro da Lua ainda é bem desconhecido. Para os “entendedores” ele é apenas um vigilante da noite, ou seja, o Batman da Marvel. Como mostrei, seus criadores apenas adotaram conceitos usados por muitos e criaram um personagem extremamente original. Isso só confirma minha afirmação, conceitos não possuem donos.