Batman vs Superman – A Origem da Justiça (Crítica sem spoiler)

A espera enfim terminou, após três longos anos podemos assistir o tão aguardado Batman vs Superman. Com isso irei me controlar para não ser tão tendencioso. Pelo menos um  pouco no final !

O filme inicia com a famosa cena de Bruce Wayne (Ben Affleck) em Metrópoles, presenciando a fatídica luta entre Superman e Zod. Vemos essa cena em um perspectiva diferente, a nossa. Presenciamos o desespero das pessoas com os prédios e Caças militares caindo sobre suas cabeças. É uma cena muito bem filmada, e bem sentimental, tanto para os espectador quando paras as vítimas.

Todos os acontecimentos do filme giram em torno de um propósito, até a fantástica batalha entre Batman e Superman. Nada é superficial e sem motivo, tudo muito bem amarrado.

Sobre os personagens, o filme gira em torno de três, Batman, Superman e Lex Luthor (perceba que não citei Mulher Maravilha, ela terá seu momento). Com isso, Ben Affleck nos apresenta simplesmente o melhor Batman já feito da história (respeito muito o de Tim Burton e Christopher Nolan). Ele é paranoico, cruel,com sérios problemas pessoais, e o melhor, sabe bater. Essa paranoia vem do fato de que a Terra abriga, parafraseando Bruce Wayne “um ser que pode reduzir a cidade a cinzas”. Algumas cenas com ele pecam em excesso, mas que não comprometem em nada o desempenho do personagem.

Superman (Henry Cavil), ainda é motivo de dúvida para a população, apesar de ter aprendido com o erro. O personagem se encontra com total controle de seus poderes, mas com muitas dúvidas, buscando algum forma de redenção. Confesso que gostei bastante desse debate interno do Superman.

Jesse Eisenberg como Luthor, é fantástico. Claramente uma releitura do personagem que funciona muito bem, sendo sarcástico e bizarro ao mesmo tempo. Ele é o arquiteto de tudo do filme, como disse anteriormente. Não poderei falar mais sobre ele sem spoilar.

Gal Gadot, é tudo que estava no trailer e mais. Como Diana Prince, é charmosa, linda e sedutora, fazendo o Homem Morcego e Superman parecerem garotinhos na sua frente. Como Mulher Maravilha consegue ser tudo que falei, mas agora trajada como tal na ação. Devo dizer que a sua trilha sonora e do filme em geral, é fantástica. Ela tem seus próprios objetivos, que serão mais revelados no seu filme.

Quanto as aparições de outros personagens, todos tem seu momento de tela, apesar de bem pequenos, nos fazem pular de alegria das poltronas.

O filme joga no ar diversas possibilidades e referências ao mesmo tempo em que amarra o filme da Mulher Maravilha e o da Liga da Justiça. Fazendo assim, abertura para um universo épico e grandioso.

Falando um pouco agora como fã de quadrinhos. O sonho se tornou realidade, ver a Trindade junta para combater um inimigo maior e melhor, colaborando um com o outro, simplesmente se resume em uma palavra, Fantástico.

Caio Vinícius

Após a mordida de um gafanhoto radioativo, ganhou poderes sem igual. Com isso, jurou combater o crime com tamanha destreza !

%d blogueiros gostam disto: