Análise: quem vence uma luta real entre Batman e Superman?

Afinal de contas, em um embate físico “real” entre o Homem-de Aço e o Homem-Morcego, quem sai vencedor, se o roteiro for isento e plausível? Você tem uma reposta para esta questão? Se tem, sua resposta é baseada em quais argumentos? A luta ocorrida na história em quadrinhos O Cavaleiro das Trevas, de Frank Miller, é um destes argumentos?

Desde o anúncio da produção do filme Batman vs Superman – A Origem da Justiça (Batman vs Superman: Dawn of Justice – 2016 – Warner), os leitores de HQs no mundo todo passaram a debater mais do que nunca sobre quem vence uma luta entre os dois personagens, com uma boa vantagem para os fãs do Cruzado Encapuzado (que superam em grande número os fãs do Azulão) de modo que a opinião mais aceita e difundida é a de que Bruce Wayne venceria Kal-El em um eventual confronto entre ambos, por diversos motivos, dentre os quais a estratégia que ele elaboraria para enfrentar o “amigo”.

Filme Batman vs Superman

Independentemente do mostrado no filme, vamos analisar essa premissa e descobrir até onde, de fato, é possível acreditar que o Batman seria capaz de derrotar o kryptoniano em um combate corporal entre os dois ícones da DC Comics, e em que contexto isso se desenrolaria.

Lembrando sempre que não se trata de um exercício de defesa de um ou outro personagem, mas sim da análise técnica sobre o desenrolar de um combate entre os dois, de forma criteriosa.

Confira nos links abaixo os capítulos deste estudo racional e imparcial sobre esse tema tão em voga, publicado originalmente no Maxiverso e, depois, tire suas próprias conclusões acerca do assunto:

Parte I – Frank Miller subverte o Batman e muda seu status
Parte II – Liga da Justiça de Grant Morrison perpetua a distorção
Parte III – A DC diminui o Superman e aumenta o Batman
Parte IV – Por que a maioria gosta mais do Homem-Morcego
Parte V – Analisando a famosa batalha usada como modelo
Parte VI – Exemplos de lutas contra um Homem-de-Aço verossímil
Parte VII – O veredito é: essa luta tem uma vitória fácil e lógica

Mea culpa: O texto é longo, porém, infelizmente, não encontrei uma forma menos aprofundada de tratar do tema, fazendo um texto menor e mais de acordo com os padrões da escrita para blogs.

Obs: Pra quem acha que “não dá para contextualizar personagens de histórias em quadrinhos no mundo real”, esse argumento deixou de ser válido no dia em que Stan Lee e Grant Morrison fizeram justamente isso, analisaram como seriam o embate entre os dois titãs em um mundo “real”. Além disso, convém lembrar, esse tipo de exercício de imaginação faz parte do âmago da cultura nerd desde seus primórdios. Divirta-se! 🙂

Ralph Luiz Solera

Escritor e quadrinhista, pai de uma linda padawan, aprecia tanto Marvel quanto DC, tanto Star Wars quanto Star Trek, tanto o Coyote quanto o Papaléguas. Tem fé na escrita, pois a considera a maior invenção do Homem... depois do hot roll e do Van Halen, claro.

%d blogueiros gostam disto: