Review | DC Legends é um grande oportunidade desperdiçada

Em Novembro de 2016 foi lançado o RPG mobile da DC, produzido pela Warner Games San Francisco, o jogo tem como diferencial a possibilidade de colocar os heróis da DC Comics num ambiente RPG como os antigos jogos japoneses do genêro enquanto o jogador poderia tornar os heróis “legendários”, principal mecânica de evolução(grind) do game.

A proposta é boa e diferenciada, seria um produto inovador para a DC Comics, que não possuía um jogo para preencher esse nicho de games.

O jogo possui uma história até interessante para os mais interessados e extremamente descartável para a maior parte dos jogadores.

JOGABILIDADE

Como dito anteriormente DC Legends é um RPG clássico de turnos, como qualquer Final Fantasy antigo ou Dragon Quest, a batalha é bem decente e diverte, algumas batalhas o jogador deve ficar bem atento ao desenvolvimento da batalha, todavia há uma opção de batalha automática que é bem útil.

CLASSES

Os personagens são dividido entre apenas três classes: Power, Mystic e Energy não há grande diferença entre as classes, parece que foram feitas somente a fim de rotular os personagens e dividi-los entre diferentes eventos.

E COMO É JOGAR DC LEGENDS?

É aqui que tudo dá errado e um jogador jogando apenas uma semana ou duas pode não perceber.

O jogo como a maioria dos jogos grátis presentes na PlayStore e AppStore, se utiliza de todas as mecânicas caça-niqueis possíveis de jogos do tipo, vidinhas que voltam com tempo, “tickets” para o PVP(player versus player) e etc, mecânicas que quando bem empregadas soam justas ao jogador. Aqui não é o caso.

O jogo literalmente te dá com um mão e toma com três, quando se começa atingir níveis mais altos com os personagens se torna literalmente impossível evoluir seus personagens sem ter que gastar dinheiro, deixando de ser uma opção e se tornando uma obrigação, caso o jogador queira evoluir.

Eventos diários lhe pedem heróis específicos, e muitas vezes impõem um level-cap para que você possa entrar no evento, é ai onde um grande defeito do game fica exposto, é virtualmente impossível ter um grupo adequado para cada evento pois nos levels mais altos, cada evolução do personagem custa uma fortuna dos “resources” do game, tornando dispendioso evoluir os personagens…e são muitos… e falando nisso, chegamos na pior parte do game…

NOSSA CONSEGUI AQUELE PERSONAGEM QUE EU TANTO QUERIA E…

E isso nada significa, existem 4 status que devem ser melhorados em ordem de deixar seu personagem realmente jogável, são: level, equipamentos(gear), habilidades(skills) estrelas(max 5.)

Level, é melhorado com uso de itens específicos da classe do herói.

Equipamento, com o uso de itens específicos também referente a classe do herói.

Skills, cada herói tem de 4 a 5 habilidades e elas também possuem níveis.

E por últimos, as estrelas, status mais difícil de se conseguir, aqui são necessários “fragmentos de heróis”, item mais escasso do jogo, são necessários muitos destes para cada nível de estrela, tornando o herói “legendário”  a partir da quinta estrela.

Entendeu o que acontece? Quando você consegue liberar aquele personagem que você tanto queria, não significa nada, pois o mesmo é injogável para a maioria dos modos do games, antes, você precisa melhorar ele nesses quatro requisitos, o que é completamente difícil, considerando que cada batalha você precisa de 4 heróis, e que cada evento te cobra um determinado host de heróis, o jogo te segura pelas pernas e não te deixa joga-lo adequadamente.

PROBLEMAS TÉCNICOS

Até a presente data desta análise o jogo se encontra com diverso problemas técnicos, como o sistema de batalha por rank, inconsistência nos servidores do game, causando gargalo e etc.

CONCLUSÃO

Como dito no título, DC Legends é uma oportunidade desperdiçada, não pela sua ideia mas pela sua completa execução porca, bons modelos 3D, batalha e diversidade dos golpes, esbarram na péssima tentativa da Warner Games Montreal de não lhe deixar jogar.

O jogo não encontra o balanço necessário entre o “Free User” e o “Premium User“, o jogo não consegue executar com maestria a ideia de um jogo free com compras in-game, somado a alguns problemas técnicos que persistem no game mesmo após extenso “beta program” e mais de 2 meses de lançamento oficial.

NOTA 5/10

O jogo foi jogado num HTC One M8 para esta análise, por cerca de quase 3 meses.

ADENDO

Como um jogo novo no mercado, ele sofre constantes updates, a Warner já sabe desses problemas, basta ela ouvir os jogadores e tornar este jogo mais justo.

 


Dasayeve Xavier

Dasayeve Xavier, estudante de Engenharia de Computação, administrador da page DC Brasil Club e desenhista amador nas horas vagas(ou não). Fã da DC e principalmente do Batman, escreve aleatoriedades para este site.

%d blogueiros gostam disto: